Armários inteligentes PackASAP

Inserido por 8 de dezembro de 2016 Notícias Nenhum comentário

Compartilhe:

Armários inteligentes PackASAP  – Uma solução para antigo problema de marketing: a última milha logística

Por Dirceu Tornavoi – MBA Marketing FUNDACE-USP

 

O chamado “problema da última milha” é famoso e há muito estudado pelos profissionais de logística, uma das diversas áreas de que se ocupa o marketing. Trata-se do último estágio da entrega dos produtos adquiridos pelos consumidores, em geral em sua residência em ambiente urbano, com grande impacto no custo do negócio varejista e na satisfação dos clientes. A dispersão geográfica das entregas e o trânsito nas grandes cidades faz da última milha a parte mais cara e desafiadora tanto do comércio eletrônico quanto de outros tipos de encomendas entregues por operadores logísticos como os Correios.

Estima-se que entre 20% e 30% das entregas exijam mais do que uma tentativa, principalmente pelo fato de não haver ninguém no endereço destinatário no momento em que o entregador bate à porta. A política dos Correios (o maior operador currier do país) é fazer três tentativas em dias seguidos. Sendo impossível a entrega devido à casa fechada ou ausência de pessoa civilmente capaz, a encomenda fica disponível para retirada na agência mais próxima do endereço do destinatário, durante sete dias corridos, após o que é devolvida ao remetente. Não é difícil imaginar o prejuízo e o desgaste para a empresa vendedora bem como a frustração do consumidor quando a última milha não consegue ser vencida. O MBA Marketing FUNDACE-USP trata essa questão em duas disciplinas da grade curricular: “Comércio Eletrônico” e “Canais, Logística e Trade Marketing”.

Para os habitantes de Buenos Aires, Argentina, esse problema ganhou uma solução alternativa inovadora. Trata-se de um novo negócio que nasce para equacionar custos dos operadores e dar conveniência aos consumidores, mas também abre possibilidades antes inexistentes para quem quer fazer chegar um pacote a outro alguém em uma cidade grande.

Do mesmo White paper da Euromonitor “What’s New in Retail: Emerging Global Concepts in 2016”, que inspirou o artigo “Do Pet Food para o Pet Meal” (http://mbamarketing.net.br/742-2/) vem o caso da Boxeway – PackASAP, uma solução logística para entrega de encomendas. Trata-se de uma loja em que aluga-se espaço para estocagem de pacotes de medidas diversas em “armários inteligentes”. Ela foi uma das três selecionadas na curiosa categoria de “non-store” do varejo.

Fisicamente a PackASAP é uma loja de paredes de vidro com conjuntos de armários dotados de tecnologia que os permite ser abertos por códigos variáveis, o bilhete eletrônico (token) do comprador temporário de cada unidade de espaço. O sistema online que sustenta o modelo de negócio é similar a outros como o enjoei.com.br com a diferença que PackASAP gera um QRCode para ser lido na máquina que comanda o armário, não um código de barras para o correio como faz a brasileira que elevou o escambo à escala nacional.

O processo é o seguinte: o vendedor (ou, de forma mais ampla um remetente) disponibiliza as lojas PackASAP como endereço de entrega ao consumidor. Se utilizar essa opção, o cliente recebe um QRCode em seu celular junto com o aviso de que a encomenda chegou a seu destino. Pode então passar no local em horário de sua conveniência e retirar o pacote usando seu código. Um vídeo mostrando exemplo de uso do armário pode ser visto em www.youtube.com/watch?v=7_0z1hGeEgk.

Boxeway é uma empresa Argentina, cuja missão declarada é: “Facilitamos o intercâmbio entre as pessoas. Criamos e fornecemos soluções tecnológicas eficientes e fáceis de usar, que superam o tempo e a distância como obstáculos para o intercâmbio.”

O conceito do serviço – “Montamos pontos automáticos de intercâmbio, uma rede de armários inteligentes para a entrega, custódia e retirada assíncrona daquelas coisas que são importantes e necessárias para as pessoas.”

A Boxeway já atuava, e atua, no mercado corporativo com serviço completo, 100% disponível, denominado Boxeway FIT. Tratam-se de solução formada por equipamentos semelhantes aos armários e plataforma digital como a PackASAP, porém de uso exclusivo para empresas, consórcios e organizações que precisam da máxima prestação e serviço.

PackASAP é um serviço lançado em 2016 e é denominado uma “Rede pública” pois usuários são pessoas físicas e empresas de currier, responsáveis por fazer chegar aos consumidores os produtos comprados no comércio eletrônico e outros remetentes. Além disso, o sistema opera totalmente por celular, equipamento presente nas mãos de 80% dos argentinos.

Segundo a Euromonitor é um negócio cuja expansão é provável pela rápida ascensão que o e-commerce deve experimentar na Argentina, depois de anos represado e restrito por intervenção governamental. A viabilidade e rentabilidade do novo negócio, ainda a ser provada, parece ser atrativa devido aos baixos custos, tanto de investimento quanto de operação (poucos ou nenhum funcionário na loja, automação escalável e fácil manutenção  dos equipamentos), elementos que devem contribuir para que o modelo seja bem sucedido.

As lojas estão instaladas em áreas de fluxo urbano, próximo ao trabalho de muitos consumidores, o que as tornam alternativas interessantes tanto para comerciantes da internet quanto para varejistas tradicionais e mesmo para pessoas físicas que precisam entregar encomendas a outras pessoas ou empresas.

É provável que as empresas de comércio eletrônico ofereçam desconto aos clientes que optarem por receber suas compras nas lojas PackASAP pois terão reduzidos seus custos de entrega.

Que tal.mais essa dica de novo negócio para empreendedores brasileiros?

Palavras chave: Comércio eletrônico, entrega na última milha, logística, satisfação de clientes, City Logistics

Fontes: Euromonitor, Boxeway, Correios

Comente

Seu e-mail não será publicado.

Quer mais informações ou tirar dúvidas? Fale com a gente